2º Encontro da Economia Solidária da Bahia

Aconteceu no dia 30 de junho no Gran Hotel Stella Maris, o segundo encontro da economia solidária da Bahia, que contou com um publico de mais ou menos 1200 pessoas de todo canto da Bahia, de todos os territórios, e de todos os Centros públicos de economia solidária. O espaço contou com superintendências, deputados ligados ao campo da economia solidária e com lideranças que fazes partes desta luta. O encontro teve grande importante por que saio deste momento uma comissão parlamentar da economia solidária e principalmente a entrega da carta ao candidato a governador da Bahia Jerônimo Rodrigues com as demandas da economia solidária para o avanço no estado da Bahia.

EMPREGO: ARESOL ABRE VAGA DE TRABALHO PARA AGENTE SOCIOPRODUTIVO

19A ARESOL (Associação Regional dos Grupos Solidários de Geração de Renda), divulga edital para seleção de pessoal nº 002/2021, que visa contratação de agente socioprodutivo de nível médio para atuação junto ao CESOL – Centro Público de Economia Solidária Piemonte Norte do Itapucuru e municípios de Itiúba, Monte Santo, Cansanção e Nordestina / SETRE. CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO AO EDITAL COMPLETO

E QUEM DISSE QUE AGRICULTOR FICA DE FORA DAS MODERNIDADES?

E não é que participa? ainda mais agora com este negócio do “Coronga” querendo levar todo mundo. A Pandemia obrigou a todos e todas a adotarem uma nova rotina de vida e uma nova metodologia de trabalho, sem tempo para aprender, a gente vai na base do improviso e no final dá tudo certo.
Resultado: Ganha todo mundo.

A ARESOL continua prestando assistência técnica aos agricultores atendidos pelo próSemiárido, tomando todas as precauções necessárias, tem buscado envolver os mesmos às novas necessidades. Como as reuniões e encontros virtuais. Um exemplo é seu Almir Lima Carneiro Agricultor experimentador do Assentamento Sitio do Meio – integrante do Grupo de Interesse de caprinovinocultura do Projeto #PróSemiárido.

Na oportunidade, seu Almir participou virtualmente (por conta da pandemia) do NEACS: Núcleo de Estudo em Agroecologia e convivência com o Semiárido, trazendo suas experiências sobre escrituração zootecnica.

Assim se faz um semiárido vivo, forte, produtivo e próspero. Com participação presencial ou virtual, com seu Almir, e com toda a gente guerreira que em meio as dificuldades e as correrias da lida, sempre dão um jeitinho para aprender coisas novas e participar do que faz a vida por aqui ser um tanto melhor.

O Pró Semiárido é Um Projeto do Governo do Estado da Bahia executado através da SDR/CAR em parceria com a ARESOL nos municípios de Queimadas e Itiúba.
#Aqui_tem_modernidade
#Xô_Coronavirus
#Use_Máscaras

Ver menos

PROCESSAMENTO DO LEITE CABRA

Neste Sábado e domingo (28 e 29 de novembro), foi realizado em Monte Santo, o curso de Produção Artesanal de Queijos finos, requeijão cremoso e bebida láctea a partir do leite de Cabra. O curso, realizado pela COOPERSABOR, contou com apoio do SEBRAE e foi realizado com agricultores familiares de Monte Santo, produtores de cabras leiteiras e que são assistidos pelo Programa Bahia Produtiva – CAR/SDR-GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA.

A produção artesanal de queijo a partir do leite de cabra é uma importante estratégia de agregação de valor de um dos principais produtos da cadeia produtiva da caprinocultura de Monte Santo. Um dos maiores produtores de caprinos e ovinos do País.

“Foi um momento muito importante, para a gente estar melhorando nosso produto, agregando valor maior ao leite. A gente percebeu no olhar de cada agricultor presente, o quanto este curso foi importante. Cada beneficiário que produz o leite pode estar desenvolvendo estes produtos para consumo da família ou comercializar e melhorar a renda com a atividade leiteira”. José Reis – ACR do projeto

O curso vem ainda como forma de preparar agricultores familiares para a  nova estrutura do Laticínio que está sendo construído na comunidade de Tapera e que tem como objetivo processar a produção local para comercializar a nível regional, estadual e até nacional, queijos, iogurtes, bebidas lácteas, requeijão cremoso e leite de cabra, fortalecendo a agricultura familiar e a economia local a partir de uma das principais cadeias produtivas responsável pelo desenvolvimento da economia do município.