AQUI TEM ECONOMIA SOLIDÁRIA

ECONOMIA SOLIDÁRIA, é como se chama um modelo de produção alternativo ao modelo de produção tradicional.
Pautado pelos princípios da UNIAO, SOLIDARIEDADE, democracia, autogestão, sustentabilidade e valorização dos saberes e potencialidades locais, a Economia Solidária se organiza de diferentes formas, através de grupos, de associações, cooperativas etc, as quais se caracterizam como: EMPREENDIMENTOS ECONOMICOS SOLIDÁRIOS.
trata-se de grupos de pessoas que se organizam para produzirem juntas, e sem patrão nem empregados, gerar renda, sem perder de vista os princípios do cuidado, do bem estar e da valorização do ser humano a cima do capital.

FAÇA PARTE!🌵

Consumir produtos da Economia Solidária, é também se inserir nesta rede de produção alternativa, um modelo de produção que, além de gerar renda, quebra o ciclo do modelo de produção capitalista tradicional.

E ONDE ESTE POVO TÁ?🤔
No Território Piemonte Norte do Itapicuru, juntamente com os municípios de Itiúba, Cansanção, Nordestina e Monte Santo possuem quase 200 empreendimentos econômicos solidários. São milhares de pessoas que se organizaram para um novo jeito de pensar e fazer a economia.

Conheça os produtos da Economia Solidária. Conheça a história por trás de cada produto e faça parte da Rede revolucionária por uma economia que seja JUSTA, SOLIDÁRIA e a cima de tudo, SUSTENTÁVEL Continue reading

JUNTOS NO COMBATE AO CORONAVIRUS🌵🤜🤛

O CESOL – Centro Público de Economia Solidária, Programa da SETRE – Secretaria de Trabalho Emprego Renda e Esporte do Estado da Bahia, em parceria com a ARESOL – Associação Regional dos Grupos Solidários de Geração de renda, visando garantir a alimentação básica das famílias impactadas pela Pandemia de Covid-19, está distribuindo durante o mês de setembro, 1.200 cestas para famílias dos municípios de: Monte Santo, Itiúba, Filadélfia, Ponto Novo, Jaguarari, Senhor do Bonfim, Pindobaçu, Antônio Gonçalves, Andorinha e Caldeirão Grande. As cestas são compostas com produtos da economia solidária produzidos nos empreendimentos acompanhados pela SETRE através dos centros públicos de economia solidária.
Além da ARESOL, o CESOL Piemonte Norte do Itapicuru, conta com apoio de diversas organizações e entidades, destes diversos municípios que têm contribuído para mapear as famílias garantindo o acesso das mesmas às cestas básicas.
Além destas 1.200 cestas, outas 2.400 cestas serão entregues às famílias cadastradas.
Durante a Pandemia, além do trabalho remoto de assistência técnica aos empreendimentos de Economia Solidária, o CESOL também tem buscado estar atento às dificuldades enfrentadas pelas famílias do território de atuação nos diversos aspectos, principalmente no que se refere às necessidades básicas.
#JuntosSomos+
#TodoscontraoCoronavirus
#Façasuaparte
#Usemascaras
#Economia Solidaria
#CESOL
#SETRE
#GovernodaBahia

3.600 Cestas para 1.200 famílias impactadas pela pandemia

A ARESOL iniciou o cadastramento de 1.200 famílias para doação de 3.600 Cestas alimentícias com produtos oriundos da Economia Solidária.

A doação é resultado do Termo de Colaboração nº 011/2020 celebrado entre a SETRE e a ARESOL e beneficiará 1.200 famílias em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar.

A ação é mais uma forma do governo do estado, através do Centro Público de Economia Solidária, reduzir os danos causados pela restrição da mobilidade em função da Pandemia do Coronavírus.

A Ação também beneficiará membros de empreendimentos da Economia solidária que estão com processo de comercialização interrompidos.

ARESOL celebra Termo de Colaboração com Governo do Estado da Bahia para garantir alimentos da economia solidária na mesa de famílias carentes do território

ARESOL celebra Termo de Colaboração com Governo do Estado da Bahia para garantir alimentos da economia solidária na mesa de famílias carentes do território

A pandemia do novo Coronavírus obrigou milhares de famílias a entrarem em isolamento social, retirando a base do seu sustento. A situação é mais grave em famílias autônomas e membros de empreendimentos econômicos solidários e da Agricultura familiar. Neste sentido, Esta semana, (16/06), o Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Trabalho Emprego Renda e Esporte publicou no Diário Oficial do Estado, o Termo de Colaboração nº 011/2020 celebrado junto à ARESOL – Associação Regional dos Grupos Solidários de Geração de Renda, CNPJ nº 09.588.172/0001-00, para aquisição de 3.600 Cestas de produtos alimentícios com produtos oriundos da economia solidária e da agricultura familiar para suprimento à 1.200 famílias impactadas pelo Novo Coronavírus na área de Atuação do Cesol Piemonte Norte do Itapicuru e Municípios de Itiúba, Cansanção, Monte Santo e Nordestina, e que estão em situação de Insegurança alimentar e vulnerabilidade social.

O Termo de Colaboração está orçado em R$ 334.080,00 (trezentos e trinta e quatro mil e oitenta reais) e trata-se de uma medida emergencial que busca suprir 1.200 famílias, em três etapas, totalizando 3.600 cestas.

O contrato conta ainda com apoio do CESOL – Centro Público de Economia Solidária que contribuirá no processo de mobilização, logística, cadastro e entrega das referidas cestas.

Para José Elias, Presidente da ARESOL, este Termo de Colaboração recebe importância dupla, onde de um lado supre famílias em situação de vulnerabilidade em decorrência da pandemia, e de outro, permite comercialização de parte da produção de empreendimentos da Economia Solidária e da agricultura familiar, que está com processo de comercialização comprometido, também em função da pandemia.

O termo de colaboração tem prazo de execução de 180 dias.